Prefeitura entrega Hospital de Retaguarda do coronavírus

  Osasco
Texto: Talita Castro
Imagens: Marcelo Deck

O prefeito de Osasco, Rogério Lins, entregou nessa quinta-feira, 23/4, mais um importante equipamento para o tratamento de pacientes do coronavírus (COVID-19). Trata-se do Hospital de Retaguarda, instalado no primeiro andar do Pronto-Socorro José Ibrahim, do Jardim D’Abril, que passou por ampla reforma e adaptação para abrigar 40 leitos.

O Hospital de Retaguarda contará com dois médicos plantonistas e um diarista, além de três enfermeiros e 16 técnicos. O primeiro andar da unidade foi dividido em três enfermarias, um isolamento e três UTIs, além de arsenal (rouparia), expurgo (depósito de material sujo), DML (depósito de limpeza), área de conforto de enfermagem, sala de prescrição médica, posto de enfermagem (com acesso para os dois corredores), sala de medicação (com acesso para dois corredores), farmácia satélite (depósito), e copa que servirá de apoio para os pacientes e também para os funcionários.

Ainda na quinta-feira, a unidade receberia 15 pacientes que estavam no Centros de Terapia Intensiva do Pronto-Socorro Santo Antônio e Pronto-Socorro Osmar Mesquita. “Com este importante equipamento deixaremos a rede mais livre para o tratamento dos pacientes”, explicou o secretário de Saúde, Fernando Machado Oliveira.

“Aqui dispomos de um equipamento de raio x portátil. Ele é uma importante ferramenta, já que não é necessário remover o paciente. Com o aparelho podemos fazer os exames no próprio leito, o que facilita ainda mais no tratamento do paciente”, disse a enfermeira técnica responsável, Fabiana Villela.

“Esse é um investimento que ficará para a municipalidade. Ou seja, ao invés da Prefeitura de Osasco montar uma tenda e gastar, optamos por transformar unidades de saúde, como os prontos-socorros do Santo Antônio e o Osmar Mesquita e o Hospital de Campanha na Policlínica zona Norte. São locais adaptados para atender a esse período de pandemia, mas que ficarão à disposição da população quando passarmos por esse momento”, explicou o prefeito Rogério Lins.

ATENDIMENTO A CASOS SUSPEITOS

Essas não são as únicas mudanças na área da saúde. A Prefeitura definiu os seguintes locais para atendimento a casos suspeitos de coronavírus: UPA Centro (Rua Aymoré de Mello Dias, 51 – Centro), UPA Menck (Av. Alberto J. Byington, 822 – Vila Menck), UPA Conceição (Rua Pernambucana, 385 – Conceição), UBS Vila dos Remédios (Rua Santo Ubaldo, 100 – Remédios), UBS Quitaúna (R. Mal. Edgar de Oliveira, 800 – Quitaúna), UBS Aliança (Avenida Bandeirantes, 550 – Aliança), UBS Portal D’Oeste (Av. Juscelino Kubitschek de Oliveira, 100 – Portal D’Oeste), UBS Vila da Justiça (Avenida Clóvis Assaf, 460 – Conceição), UBS Novo Osasco (Rua Teófilo Munhoz Vaqueiro, 60 – Jardim Novo Osasco), Centro de Convivência Edmundo Campanhã Burjato – crianças e adolescentes até 19 anos (Rua Tomás Antônio Gonzaga, 250 – Cipava), e Centro de Atendimento ao Idoso – idosos com idade superior a 60 anos (Rua R. Atília Delbon Biscuola, 927 – Presidente Altino).

Ao definir as unidades, a Prefeitura não expõe os cidadãos aos riscos de contaminação.

Últimas postagens
Skip to content