Servidores de Osasco participam de curso sobre processos de licitação

  Osasco

Texto: Talita Castro
Fotos: Marcelo Deck


A Secretaria Executiva de Compras e Licitações (Secol) da Prefeitura de Osasco realizou quarta-feira, 15/9, na Sala Luiz Roberto Claudino da Silva (Sala Osasco), no Paço Municipal, em parceria com o Banco de Preços, um curso de treinamento presencial sobre como efetuar de forma adequada e eficiente a cotação de preços para embasar o processo licitatório.

O curso foi administrado por Mariana Reche Salgado Oliveira, consultora do Banco de Preços, e Tatiane Regina da Silva, supervisora de sucesso do cliente do Banco de Preços. Participaram cerca de 40 pessoas de todas as secretarias da Prefeitura.

Na primeira parte do curso, Mariana falou sobre os parâmetros para pesquisa de preços, além de orientar e capacitar para que todos realizem melhor o processo licitatório. Depois, Tatiane explicou e mostrou no site do Banco de Preços, a melhor maneira de preencher as requisições e planilha de preços.

Trata-se de um curso muito importante. Ele trata da cotação de preços, que é uma das fases mais importante do processo licitatório. Quando uma cotação de preços é mal executada, ela pode gerar o fracasso da licitação. Caso seja superfaturada, ela pode ocasionar várias consequências, inclusive crime de improbidade”, explica a titular da Secretaria Executiva de Compras e Licitações (Secol), Meire Regina Hernandes.

Meire disse ainda que o curso era necessário, pois muitos têm dúvidas sobre a forma correta de efetuar a cotação. “Nós recebemos muitas ligações perguntando como faço a cotação, qual período deve ser levado em consideração 6 meses ou 1 ano, qual o parâmetro a ser utilizado para as propostas iniciais ou finais, a média ou mediana dos preços, enfim são várias dúvidas que surgem no momento da realização das cotações, por isso esse curso é de fundamental importância para capacitar e atualizar os agentes públicos quantos aos procedimentos e normas referentes às licitações públicas e aos contratos administrativos”, completa.

Adriana Pereira, da Secretaria de Assistência Social, disse que esclareceu todas as dúvidas para realizar o processo. “Agora, o processo não ficará retornando para ser refeito”.

Banco de Preços
Criado em 2010, é uma solução tecnológica que atende aos parâmetros de pesquisa dispostos em leis vigentes, instruções normativas, acórdãos, regulamentos, decretos e portarias. Sendo assim, por reunir diversas fontes governamentais, complementares e sites de domínio amplo, o sistema não é considerado uma fonte, mas um meio para que as pesquisas sejam realizadas de forma segura, ágil e eficaz.

Posts Recomendados
Skip to content