Texto: Talita Castro
Imagem: Sergio Gobatti

 

Na segunda-feira, 7/1, o prefeito de Osasco, Rogério Lins, homenageou os bombeiros do 18º Grupamento de Bombeiros pelo salvamento do menino Victor Alexandre Santos de Carvalho, 9 anos, que foi socorrer uma cachorra e acabou arrastado pela enxurrada na sexta-feira, 4/1, na avenida Edmundo Amaral, no Jardim Piratininga.

O menino Victor também participou da homenagem. Ele estava acompanhado da mãe, Pâmela Santos de Carvalho, 27 anos, e do amigo Luiz Fernando, 12 anos, que também estava com ele no dia do acidente. Aliás foi Luiz quem avisou as autoridades e a um morador do bairro, identificado como Samuel, o qual entrou na galeria e ficou com Victor até a chegada dos bombeiros.

Os meninos tiveram uma recepção em alto estilo. Eles receberam capacetes e capas da corporação e fizeram várias fotos na viatura Auto Bomba Tática/18113, além de aprenderam, com o soldado Baumann, como manusear a mangueira de incêndio.

Victor disse que aprendeu muito com o ocorrido. “Não irei mais desobedecer a minha mãe. Sempre que chovia ia lá para tomar banho de cachoeira”, contou. Ele confessou que sentiu muito medo. “Achei que morreria. Fiz muitas orações e pedi a Deus para ver novamente o rosto da minha mãe”.

Já sua mãe, Pâmela, disse estar aliviada. “Ele é um ótimo filho. No caminho para o hospital ficou dizendo que seria mais dedicado aos estudos e faria tudo para ser um filho melhor”, contou. De acordo com Pâmela, Victor sempre foi muito solidário e vive ajudando a todos. “Ele já pensava em ser bombeiro. Depois disso aumentou ainda mais a sua vontade de se tornar bombeiro”.

O prefeito Rogério Lins entregou aos bombeiros: tenente Vinícius Fontes da Silva e o terceiro sargento Leandro Schiavinatti Espim, placas de agradecimento pelo salvamento, estendendo a homenagem ao 18º Grupamento de Bombeiros. “Nós estamos muito felizes pelo resgate e o empenho dos senhores na rotina diária”, disse.

O tenente Fontes falou em nome da corporação, agradecendo a homenagem e dizendo que o esforço já havia sido pago com as lágrimas da mãe no dia do ocorrido. O tenente entregou bonés do 18º GB aos meninos e fez um lembrete a Victor: “quero ver boné daqui 10 anos, quando você entrar na corporação”.

Ao final, os bombeiros deram uma volta com os meninos e a mãe de Victor na viatura Auto Bomba. Pâmela ainda ganhou flores da primeira-dama e presidente do Fundo Social de Solidariedade, Aline Lins.

Também participaram da homenagem, os secretários Lau Alencar (Desenvolvimento Trabalho e Inclusão), Adilson Moreira (Segurança e Controle Urbano), Sérgio Di Nizo (Governo), além do chefe de Gabinete, José Carlos Vido, e os vereadores Ralf Silva e Jair Assaf.