Texto: Talita Castro
Imagem: Ivan Cruz
 

Na quinta-feira, 13/9, o prefeito de Osasco, Rogério Lins, se reuniu com técnicos da Sabesp, no Parque Glauco Vilas Boas, no Jardim Três Montanhas, e anunciou que o lago será limpo e que a área será revitalizada em breve. A limpeza do lago será feita com a utilização de uma nova tecnologia. Aompanharam a visita o secretário do Meio Ambiente, Marcelo Silva, e os vereadores Lúcia da Saúde, Batista da Comunidade, e Claúdio da Locadora.

O superintendente da Sabesp de Osasco, Aurélio Fiorindo Filho, explicou como se dará o processo. “Faremos esssa parceria com a prefeitura e usaremos uma tecnologia importada, que será usada especialmente na limpeza do lago. A máquina se chama ‘Nano Bolhas’. Acredito que dentro de quatro meses o equipamento já estará aqui realizando a limpeza”.

O prefeito explicou a alguns moradores que acompanharam a visita, entre os quais Maria Ida Zachello Barzan, 63 anos, e Gardênia Ferreira Silva, 41, que o lago será recuperado e o parque revitalizado. “Acreditem. Vamos fazer o possível para entregarmos o lago limpo e a área de lazer recuperada em fevereiro”.

Nano Bolhas

O SoluOx, fabricado nos EUA, é o primeiro gerador de nano bolhas de alta performance para aeração ou gaseificação de líquidos. Essas bolhas de tamanho extremamente pequenos têm várias propriedades que são únicas.

Enquanto as bolhas e microbolhas se expandem e sobem à superfície se desfazendo, as nano bolhas não flutuam e permanecem em suspensão por muito tempo, até por meses. Aplicadas em locais como o lago, as nano bolhas empurram a sujeira para a superfície, facilitando a limpeza.

Acidente no lago

Em dezembro de 2017, houve um incêndio no galpão de uma empresa nas proximidades, com isso o lago foi contaminado ao receber os dejetos, inclusive chumbo. Há uma ação na justiça que discute a responsabilidade pela contaminação do lago. Enquanto a decisão não sai, a prefeitura busca alternativas para limpar a área.

Também acompanharam a visita Gabriel Bertolazzi, engenheiro agrônomo da Secretaria do Meio Ambiente, e os técnicos da Sabesp, Ronaldo Costa Guimarães, gerente de manutenção, Josué Fraga da Silva, gerente de departamento, e Daniel Gonçalves Vera, encarregado de manutenção e controle.