Texto: Marco Borba
Imagem: arquivo Secom/PMO

 

O Projeto Osasco Integra, da Prefeitura de Osasco, por meio da Secretaria de Desenvolvimento, Trabalho e Inclusão (SDTI), atendeu entre janeiro e fevereiro, 60 pessoas e resultou em 9 colocados no mercado de trabalho formal. Entre os beneficiados, 8 são imigrantes/refugiados e uma pessoa em situação de rua.

 

Criado em 2017, com o objetivo de ampliar o atendimento  social na cidade, de forma que abrangesse pessoas em situação de exclusão e de alta vulnerabilidade, o Projeto atende jovens em cumprimento de medidas socioeducativas e/ou em serviço de acolhimento institucional; pessoas em situação de rua; mulheres vítimas de violência doméstica; população LGBTTI; imigrantes e refugiados; egressos do sistema prisional; pessoas em situação de drogadição e comunidades tradicionais (indígenas, ciganas, quilombolas etc).

 

A inclusão se dá por meio do atendimento especializado nos Portais, das oficinas de orientação profissional, cursos de formação inicial, realizados por técnicos da Secretaria de Desenvolvimento, Trabalho e Inclusão – SDTI. Além disso, a intermediação de mão de obra realiza junto à iniciativa privada a sensibilização com potenciais empregadores quanto às práticas de valorização da diversidade.

Serviço

O atendimento humanizado, assim como as inscrições dos cursos de formação inicial estão disponíveis nos Portais Centro, Sul e Bonança. E nas unidades Centro e Sul há uma equipe multidisciplinar para o plantão social e atendimento psicológico focado para o trabalho.

 

Endereços:

Portal do Trabalhador do Centro – Rua Fiorino Beltramo, nº 300.

Portal Sul - Avenida João de Andrade, 1778, Jardim Santo Antônio.

Casa de Cultura, Esporte e Lazer - Rua Dr. Miguel Campos s/nº, do Jardim Bonança.

Outras informações podem ser obtidas pelo telefone 3653-1133, ramal 1164 ou 1233.