Texto: Felipe Barbosa

O verão está próximo. É nesse período que têm as fortes chuvas no Estado de São Paulo, as quais podem provocar enchentes, desabamentos e deslizamentos. Para reduzir os riscos e possíveis tragédias, a Defesa Civil de Osasco inicia uma campanha de conscientização e alerta da população.

 Entre as dicas, a Defesa Civil reforça que as chuvas muito fortes ou prolongadas podem desestabilizar o terreno e causar desabamentos ou deslizamentos. Nesses casos deve-se sair imediatamente de casa e procurar um lugar seguro.

De acordo com a Defesa Civil, as tragédias podem ser evitadas se alguns sinais forem observados, já que eles servem como indício de que algo está errado. São eles:

  • Inclinação de árvores ou postes;
  • Trincas ou rachaduras nas casas ou no solo;
  • Dificuldades de abrir portas ou janelas;
  • Afloramento de rochas ou grande quantidade de barro que começa a correr pelo chão junto com a água de chuva.

Caso constate problemas semelhantes aos indicados acima, poderá acionar a Defesa Civil pelo telefone 199 e solicitar uma vistoria.  

Já em caso de enchentes, há algumas medidas a serem tomadas. Acompanhe as dicas:

Quando estiver a pé: jamais transite por locais alagados e ruas inundadas. Em uma situação extrema, caso esteja na rua, ande sempre apoiado a muros, paredes ou com auxílio de uma corda. Evite locais altos, descampados ou encharcados, bem como abrigos isolados, como árvores e quiosques.

Não porte objetos metálicos, pontiagudos ou aparelhos eletrônicos. Evite ficar próximo às árvores, pois elas podem tombar com a força da água associada as rajadas de vento e, se estiver em local descoberto, fique atento, pois há ainda o perigo de se expor aos raios.

Quando estiver em casa: caso a água esteja entrando na residência, os aparelhos elétricos ou a chave geral de energia devem ser desligados. Móveis devem ser levantados e alimentos e produtos de limpeza devem ficar fora do alcance da água.

Também é importante não deixar lixo espalhado pela residência, além de procurar sempre um lugar seguro e alto.

Quando estiver no carro, moto ou bicicleta: motoristas e motociclistas devem reduzir a velocidade, evitar passar próximo a rios e córregos e, em casos extremos, como se ver em meio a uma rua inundada, manter o carro acelerado e não trocar de marcha. Se o veículo afogar, saia, procure um abrigo e espere por ajuda.

Não é aconselhável passar por locais em que não se pode ver a via.

Se alguém for levado pela enxurrada: a primeira coisa a fazer é não entrar em pânico. Sem treinamento, jamais entre na água para tentar salvá-la. Procure objetos como galhos e cordas para tentar içar a vítima e nunca use objetos de metal, pois eles podem atrair raios.

Se estiver no ônibus: os passageiros do coletivo devem sair do veículo e procurar um lugar seguro para esperar por ajuda. No caso da impossibilidade de sair do ônibus, ligue urgente para a Defesa Civil (199) ou Corpo de Bombeiros (193).

24 horas

A Defesa Civil de Osasco disponibiliza atendimento 24 horas para casos de emergências, vistorias em residências em situações de risco e cadastramento para receber informações meteorológicas. Basta ligar 199.