Texto: Patrícia Bulbovas
Imagens: Jean Bueno

Você sabia que no município de Osasco existem cooperativas de catadores de material reciclável que são apoiadas pelo Poder Executivo Municipal?

Ao todo, 51 catadores cadastrados trabalham na coleta de resíduos sólidos por toda a cidade, e esse material é levado diariamente às três cooperativas que a prefeitura mantém (CooperNatuz, CooperMundi e CooperAreis). Elas realizam a triagem, o transbordo e a venda do que é segregado, bem como a gestão administrativa, financeira e operacional das unidades e toda a renda é dividida entre os cooperados. Estima-se que o volume de material seletivamente coletado no município, mensamente, ultrapasse às 100 toneladas.

Vale lembrar que reciclagem é um processo industrial que começa em casa, através do simples ato de separar os materiais e encaminha-los para as cooperativas recicladoras, as quais permitem que eles retornem para o processo produtivo, diminuindo o volume de lixo acumulado em aterros e lixões públicos.

Além de manter as três cooperativas de resíduos sólidos com cessão do espaço e fornecimento da estrutura, a prefeitura também apoia, de forma indireta, uma cooperativa de resíduos eletrônicos.

As cooperativas também trabalham com o que é entregue pela população nos Pontos de Entrega Voluntária (PEVs), localizados nos parques ecológicos de Osasco. Já o resíduo da construção civil, se não for colocado nas caçambas autorizadas, deve ser entregue nos três Ecopontos, também mantidos pela prefeitura, com limite diário de 1m3 material por CPF.

Os Ecopontos também recebem resíduos de jardinagem, resíduos volumosos e resíduos potencialmente recicláveis.

Atendimento: Eles funcionam de segunda a sexta, das 7 às 19h e aos sábados, das 8 às 16h, nos seguintes endereços:

  • Rua Fernando Miorin Filho, 150, Jaguaribe;
  • Avenida Ônix, 783, Mutinga, e
  • Rua Dr. Teodoro de Souza Brandão, 1020, Novo Osasco.

Toda essa ação faz parte do programa “Osasco Recicla”, que estabelece as normas e procedimentos de implementação, apoio, controle, acompanhamento e fiscalização e tem como objetivo principal a implantação progressiva da coleta seletiva e a geração de trabalho e renda para as cooperativas de catadores, na vertente da Economia Solidária, através da Metodologia de Incubação de Empreendimentos Econômicos Solidários, desenvolvida pela Secretaria de Desenvolvimento, Trabalho e Inclusão (SDTI). Esta verdadeira “Engenharia Social” visa “a defesa e melhoria das condições do meio ambiente, a mudança de costumes e o comportamento social”.

Caso tenha interesse em se tornar um cooperado, procure a Cooperativa mais próxima de sua residência. É preciso ser maior de 18 anos.

 

Onde essas cooperativas funcionam?

COOPERAREIS:  Rua Colinas D’Oeste,13, Portal D’Oeste. Tel: 3852-2405

COOPERMUNDI: Rua Alfredo Benincasa, S/N, Jardim Iguaçu

COOPERNATUZ:  Rua Henkel, 80, Jardim Industrial Anhanguera. Tel: 3601-2696

Resíduos Eletrônicos: Avenida Antônio Henrique Laranjeiras, 101, Vila Menck


O que pode ser descartado nos PEVs localizados nos parques ecológicos?

Plástico: garrafas, embalagens de produtos de limpeza, potes de creme, xampus, sacos, sacolas, papéis plastificados, embalagens de biscoito e isopor.

Metal: latinhas de cerveja e refrigerante, esquadrias, molas, latas e sucatas em geral.

Papel e Papelão: caixas, revistas, jornais, impressos em geral e embalagens longa vida.

Vidro: vidros de conserva, frascos, garrafas.

 

O que não pode ser descartado nos PEVs localizados nos parques ecológicos?

Sobras de alimentos, guardanapos e papel toalhas usados, papel higiênico, fraldas, absorventes, bitucas de cigarro, fitas e etiquetas adesivas, acrílico, papéis carbono, fotografias, espelhos, cerâmicas, lâmpadas, pilhas, baterias e computadores.

 

O que pode ser descartado no Ecoponto?

Resíduos de Construção Cívil, com limite diário de 1m3 de RCC/ RDC por CPF.

Plástico: garrafas, embalagens de produtos de limpeza, potes de creme, xampus, sacos, sacolas, papéis plastificados, embalagens de biscoito e isopor.

Metal: latinhas de cerveja e refrigerante, esquadrias, molas, latas e sucatas em geral.

Papel e Papelão: caixas, revistas, jornais, impressos em geral, embalagens longa vida.

Vidro: vidros de conserva, frascos e garrafas.

Eletrônico: Computadores, pilhas, baterias fiações, e aparelho eletrônicos em geral (TV com tubo intacto).

Volumosos: Geladeira, fogão, sofá, armários, guarda-roupas, colchões, em geral, moveis e equipamentos domésticos.

Jardinagem: Podas de árvores, resíduos vegetais e madeiras

Óleo de Cozinha: Óleo de Cozinha usado

 

O que não pode ser descartado no Ecoponto:

Pneus: (Pneus e alguns tipos de borrachas)

Resíduos Patogênicos/Infecciosos: Papeis higiênicos, fraldas, seringas, agulhas, curativos, medicamentos e outros com origem em serviços de saúde

Resíduos Perigosos / Contaminados: Cartucho de tinta, tonner, agrotóxicos (resíduos e embalagens), aerossol, óleo lubrificante e suas embalagens, lâmpada fluorescente, de vapor de sódio ou de mercúrio, telha de amianto, lã de vidro e gesso.

Animais Mortos: cadáveres

Resíduos Orgânicos: Restos de alimentos, cascas de frutas e verduras, folhas, talo etc.