Texto: Allan Santos

Foto: Carlinhos Gouveia

 

A Prefeitura de Osasco, por meio do programa Economia Solidária da Secretaria de Desenvolvimento, Trabalho e Inclusão (SDTI), realizou segunda-feira, 12/11, no Centro Público, o seminário de abertura da Feira de Economia Solidária, cujo tema “Consciência Negra, Trabalho e a Economia Solidária”, é alusivo ao Novembro Negro, mês da consciência negra.

A apresentação foi conduzida pela professora Vera Lúcia Lopes que falou aos empreendedores o quão importante é produzir produtos diversificados. “As bonecas negras demoraram muito a aparecer no mercado. Hoje temos poucas opções. Precisamos reeducar a nossa sociedade, afinal 53% da nossa população é composta por negros”, avalia.

O seminário reuniu diversas pessoas, entre elas trabalhadores de empreendimentos nos segmentos de artesanato, costura, alimentação, agricultura urbana e catadores de materiais recicláveis.

A feira com a temática "Novembro Negro" terá início na segunda-feira (19) e segue até 24/11, das 8h às 20h, na Praça Antônio Menk, s/nº, em frente ao Bicicletário de Osasco, ao lado da estação de trem da CPTM.

Também participaram do evento o diretor do Centro Público de Economia Solidária, José Roberto Ramos, a coordenadora do espaço, Leomy Ramos, a técnica do segmento de Artesanato, Maria Aparecida Lopes, e representantes do programa de inclusão do Departamento de Emprego, Trabalho e Renda da SDTI, do Osasco Integra, entre outros.