Texto: Olga Liotta
Imagem: Ivan Cruz

 

Romantismo e emoção marcaram a 24ª edição do Casamento Comunitário de Osasco, no sábado, dia 26/5. O som da Marcha Nupcial, de Wilhelm Richard Vagner, tocada pela Banda Sinfônica do Conservatório Villa Lobos, anunciava o início da cerimônia dos 150 casais participantes.

Os padrinhos dos noivos, o prefeito Rogério Lins e a primeira-dama e presidente do Fundo Social de Solidariedade, Aline Lins, receberam os casais, deixando mensagens de felicitações. “O segredo do casamento duradouro é casar-se várias vezes com a mesma pessoa”, disse Aline Lins. Fazendo uma declaração de amor a primeira-dama, o prefeito Rogério Lins completou: “sejam muito felizes”.

O enlace matrimonial foi realizado no Ginásio Poliesportivo da FITO, no Jardim das Flores, e testemunhado por amigos, familiares, religiosos e autoridades, como a deputada federal Renata Abreu.

O responsável por conduzir o ato ecumênico e eternizar o momento inesquecível na vida dos noivos foi o pastor Gilson Biondo, que, na presença do casal diligente no altar, o nigeriano Emmanuel Ugonna Mbamara e a osasquense Maria Aparecida Santos da Cruz, proferiu a bênção e a troca das alianças.

O compromisso matrimonial foi firmado entre os casais com o “Sim” mais importante e aguardado de suas vidas.

Após a troca das alianças, o casal diligente participou do Ritual da Areia, onde cada um colocou um punhado de areia colorida em um único recipiente posto no altar, simbolizando a indissolubilidade do casamento. “Assim como não dá para separar os grãos de areia. Que assim seja o amor entre vocês”, disse Gilson Biondo. “Observem a aliança. Ela não tem começo nem fim e também não tem emendas, assim como deve ser no amor. Portanto vivam todos os dias com generosidade, bondade e respeito um com o outro”, concluiu.

O Casamento Comunitário é organizado durante meses. Implantado no município através da Lei nº 3.117, de 8 de maio de 1995, o Casamento Comunitário já realizou muitos sonhos. Foram mais de 10 mil registros ao longo de 23 anos. A 24ª edição do Casamento Comunitário oficializou 227 uniões no cartório civil, mas apenas 150 desejaram participar da cerimônia de casamento.

Os casais receberam buquês, alianças, certidão de casamento, cerimônia com banda musical, foto com os padrinhos, sessão de beleza, kit presente com jogo de toalhas, Bíblia e DVD da celebração. O resultado dessa ação social se percebe nos depoimentos dos noivos.

 

DEPOIMENTOS

“Se amar você é errado, então quero estar certo”, disse Emmanuel Ugonna Mbamara para a esposa Maria Aparecida Santos da Cruz. Eles foram o casal diligente e estavam muito emocionados. “Estava tudo muito lindo. Estamos casados e felizes!” destacou Mbamara.

Luciene Helena Alves Rocha, 34 anos, e Luiz Claudio de Jesus Rocha, 42 anos, estavam radiantes. “Eu a conheci quando era criança, e nos reencontramos em 2014 aqui em Osasco. Graças a essa ação da prefeitura estamos casados perante Deus”, disse ele.

Lúcia e Márcio Roberto Canos se conheceram na Vila dos Remédios há dezoito anos e logo foram morar juntos. O casal tem dois filhos e a vontade de casar partiu dele, que tinha como meta casar neste ano. “Missão cumprida”, disse.

Maria Aparecida Correa e Lázaro Cândido são primos. Ela é de Varginha/MG e ele do Paraná/PR. Durante viagem de ambos para Minas Gerais, há 15 anos, eles se reencontraram e não se separaram mais. E foi em Osasco que conseguiram oficializar a união.

“Nos conhecemos nas redes sociais há dois anos. Soubemos do Casamento Comunitário e decidimos nos casar. Só temos a agradecer o Fundo Social por essa oportunidade”, disse o casal Luana Ribeiro da Silva Santana e Vitor Leandro de Santana.

Juntos há 26 anos, Antônio Carlos Gomes de Oliveira, 67, e Albertina da Silva Oliveira, 73 anos, resolveram oficializar a união. “Nós precisávamos nos unir perante a Deus”, disseram.

Karolaine de Oliveira Marques de Araújo, 21, e Sérgio Marques, 30, também comemoraram a união após a noiva quase desistir. “Tinha desistido, porque não tinha dinheiro para comprar o vestido, mas me falaram do Casamento Comunitário e pude fazer tudo que sempre sonhei”.

Helen Moreira Ferreira, 24 anos, e Vinicius Gomes, 25 anos, levaram a filha Giulia Victoria Ferreira Rebouças, 4 anos, como daminha de honra. “Estamos realizando um sonho, testemunhado por nossa pequena”. (Colaborou Talita Castro)

 

Secretaria de Comunicação Social
Av. Bussocaba, 300 - CentroCEP: 06023-901 - Osasco/SP